21
abr
09

Bandas Bizarras #02

Danny Heines

Depois do sucesso (?) do primeiro post da série, apresentamos novamente a seção Bandas Bizarras. Hoje porém, não se trata de uma banda, e sim de um único homem que vale por uma banda inteira. Apresento, Danny Heines.

Danny Heines é o tipo de pessoa da qual não se encontra muita informação na internet (ou seja, que tipo de pessoa é essa?). Mas, em sua página oficial (pelo menos ele tem uma página oficial) é apresentado como um artista há muito tempo reconhecido por seu talento e habilidade na guitarra e um dos fundadores da técnica do tapping. Porém, o que mais me chamou a atenção foi uma outra técnica que ele apresenta no vídeo abaixo: o throat singing.

 

Mas… VOCÊ NÃO SABE O QUE É THROAT SINGING??? Ok, eu também não sabia até trabalhar com uma figura que me apresentou a técnica. O throat singing (canto de garganta na tradução literal) também é conhecido como overtone singing. Basicamente, o cantor consegue manipular a ressonância da voz através da garganta. Essa “técnica” é muito comum na Mongólia, Sibéria e Tuva (que imagino ser um lugar imaginário como a Dudinka). Uma rápida busca pelo You Tube pode confirmar que isso é mais comum do que imaginamos. Veja aqui, aqui e aqui.

Abaixo, uma tradicional demonstração:

Na minha opinião, poucas coisas poderiam ser tão adequadas ao título do post.

 

 

Veja aqui os outros posts da Série Bandas Bizarras.

Anúncios

4 Responses to “Bandas Bizarras #02”


  1. 1 Guilherme
    21 abril, 2009 às 7:10 pm

    bom, vão me crucifica aqui, mas tudo bem. não achei o danny boy bizarro. até gostei da musica dele e tal. não da pra joga no mesmo saco que o hurra torpedo. na minha opinião aquilo não é música, ao contrario do danoninho aqui. ah, e placebo é mais famoso na europa que hurra torpedo.

  2. 2 Berni
    21 abril, 2009 às 10:13 pm

    Queimem o Guilherme na fogueira!

    Talvez não a pessoa em si seja bizarra, mas certamente aquela técnica é bizarra… parece aqueles sons do globo rural xD

    E Hurra Torpedo faz musica sim, só usa uma percussão alternativa xD

  3. 3 Guilherme
    21 abril, 2009 às 11:19 pm

    vixi…
    to doido, to doido, to doido.

  4. 4 Davi
    22 abril, 2009 às 6:11 am

    A definição de ‘bizarro’ que utlizamos aqui é ampla o suficiente. Pensei em sugerir pro Gilson trocar o nome do post para “Bandas Excêntricas”. Talvez esse adjetivo ilustrasse melhor. Mas, pensando bem, e cheguei à conclusão de que TODAS as bandas são excêntricas. É algo que acompanha o caráter de alguém que realiza esse tipo de arte.

    É bizarro mesmo, tchê! Bagulho loco!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Baú

Parceiros

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui! LinkLog Uêba - Os Melhores Links Colmeia: O melhor dos blogs


%d blogueiros gostam disto: