02
abr
09

The Beats

The Beats

Deixando de lado o gosto particular de cada um, uma das verdades (quase) universais da música afirma que Os Beatles foram a maior banda de todos os tempos. Obviamente eu não venho aqui para falar sobre o quarteto de Liverpool, até porque provavelmente eu não teria nada de interessante ou inédito para falar sobre eles. Mas, predileções à parte, considero os Beatles como uma de minhas bandas favoritas, do contrário esse post não existiria.

No dia 28 de março de 2009, um outro quarteto se apresentou no Teatro do Sesi, em Porto Alegre. Eu estive lá, e estou aqui para falar deles: The Beats. É claro que qualquer semelhança não é mera coincidência. Esse quarteto argentino com 21 anos de estrada é considerado “a melhor banda Beatle de todo o mundo” desde 1996, quando ganharam esse título na Beatles Annual Convention, na Inglaterra.

E realmente, eles provaram que não ganharam o título à toa.  Por 60 reais, consegui com 4 dias de antecedência um ingresso na penúltima fila do teatro. Posso dizer que valeu a pena, principalmente por se tratar de um show com quase 3 horas de duração.  A única reclamção fica para um cidadão deslumbrado sentado na minha frente, que passou o TEMPO TODO brincando com um iPhone e jogando a luz daquela porcaria na minha cara. Pra ele sim o preço do ingresso não valeu a pena já que ele viu o show inteiro pela tela do telefone.

Começando com All You Need is Love e Hello Goodbye!, o show não seguiu a ordem cronológica da carreira dos Beatles, mas contou com músicas representativas de cada uma das fases do grupo. Não sei se alguma das 1600 pessoas presentes no teatro tiveram a oportunidade de ver o grupo inglês tocar ao vivo, mas para mim, que como a grande maioria não podia fazer essa comparação, era como se tivesse vendo John, Paul, George e Ringo. Mas na realidade eram Patrício, Diego, Ruben e Nico. Porém, ainda não é hora de falar deles.

As três horas de show passaram rápido, através de sucessos como Yesterday, Help!, A Hard Day’s Night, Penny Lane, Twist and Shout e Lucy in The Sky With Diamonds. É claro que em termos de repertório de uma banda como os Beatles, é impossível agradar a todos. Na minha opinião, entre as melhores do show estavam Strawberry Fields Forever, Don’t Let me Down e While My Guitar Gently Weeps. Faltaram algumas como Yellow Submarine, Revolution  e Hey Jude, o que me surpreendeu, pois os argentinos escolheram terminar a apresentação com Happy Xmas, em pleno abril. Ficou nítido que a ideia não agradou muito a plateia quie não se comoveu com os versos de “war is over”.


O show ainda teve a presença de Pete Best, mas como esse personagem rende um post próprio, não me aprofundarei nisso (prometo que um dia farei um Post só sobre o “quase” beatle). Fica apenas a observação de que, em outra surpresa, ele não tocou o hit Love Me Do que marcou sua trajetória no iníco da história dos Beatles, se contentando apenas com My Bonnie e Rock and Roll Music.

eles falam espanhol, mas não vêm do Paraguai

eles falam espanhol, mas não vêm do Paraguai

 

Enfim, bastou que Diego “John Lennon” Perez cantasse o primeiro verso de All You Need is Love para comprovar que não se tratava apenas de um cover com semelhanças físicas. O timbre de voz e a entonação são assustadoramente parecidos com os de Lennon, fato que ficou marcado principalmente em músicas como Imagine. Merece também um elogio a caracterização, que além dos figurinos impecáveis contou também com perucas e outros apetrechos para ilustrar cada etapa da carreira do beatle.

Outro ponto positivo fica a cargo de Patricio Perez, encarnação do guitarrista George Harrison e líder da banda argentina. Sua performance incrível em músicas como Here Come The Sun e While My Guitar Gently Weeps estão sem dúvida entre os pontos altos do show.

Vale destacar também a presença de Esteban Zanardi nos teclados, que muitas vezes segura a bronca sozinho no fundo do palco e praticamente no escuro. Ninguém mandou não ser parecido com ninguém do quarteto… Nico Natal apresenta um Ringo Starr honesto, e não se destaca nem pelo virtuosismo nem pela falta de talento. Já o ponto fraco do grupo, sem dúvida fica no alternativo Paul McCartney, incorporado por Ruben Tarragona. Entre as poucas semelhanças, está o fato de tocar baixo com a mão esquerda, porém o carisma e a capacidade vocal ficam bem abaixo do original.

O show seguiu intercalado com videos que apresentavam momentos importantes da carreira dos Beatles e cruzava a história original com a história dos argentinos. O público pode ver o grupo cover passeando pelas ruas de Liverpool e gravando no mesmo estúdio onde os originais ingleses gravaram suas músicas. Nesse momento fica clara a importância dos Beatles na vida desses quatro artistas,  que resolveram abrir mão de suas próprias vidas para se dedicarem à obra de outras pessoas. Definitivamente a homenagem é muito válida, e toda a platéia agradece. Mas fica a observação que ouvi de uma amiga que me acompanhava, quando durante um clipe ao final do show, tocou a única música própria do quarteto argentino em todo o espetáculo: “Que merda é essa?”

 

ps.: os vídeos mostrados aqui no post não são do show que eu assisti em Porto Alegre. Mas vale para quem ainda não conhece a banda.

Anúncios

3 Responses to “The Beats”


  1. 1 Augusto
    1 junho, 2009 às 8:27 pm

    boa!
    o timbre realmente é parecido ^^
    eu infelismente nunca tive a honra de ver os beatles ao vivo (nasci em 95 >_<) porem sempre gostei muito deles
    obrigado por me mostrar essa ótima banda!
    o sonho não acabou!

  2. 2 Marcelo
    8 julho, 2009 às 10:29 am

    Desculpe amigo, mas acho que no mundo dos Beatles voce não sabe tudo… a melhor banda cover do ” MUNDO ” dos Beatles se chama ” The Fab Four ” Chame por eles no You Tube e assista a ” todos ” os videos deles e voce verá. Depois disso vc chame pelos Beats Argentino e vais constatar que eles não chegam nem perto dos The Fab Four. Estes sim são exatamente iguais aos beatles.
    Grande abraço.

  3. 3 Marcelo
    8 julho, 2009 às 11:17 am

    ” The Fab Four ” Veja isso e muito mais, voce vai gostar mesmo…

    >>>> http://www.youtube.com/watch?v=L8q-ShxRCUA

    Marcelo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Baú

Parceiros

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui! LinkLog Uêba - Os Melhores Links Colmeia: O melhor dos blogs


%d blogueiros gostam disto: